Norma – EN ISO 8501

Protecção Anticorrosiva de Estruturas de Aço

Dentro da Norma – EN ISO 8501 o comportamento e durabilidade de qualquer revestimento de pintura são significativamente afetados pela preparação de superfície executada. No caso de estruturas de aço esta situação é ainda mais importante, uma vez que, desta forma, parece óbvio que a seleção do método de preparação de superfície assume uma importância muito relevante em qualquer tratamento anticorrosivo.

Dependendo do estado do suporte, do esquema de pintura que se pretende aplicar, da exposição e durabilidade pretendida para o revestimento, de limitações económicas e ambientais, ou outras, pode-se optar por diferentes tipos de preparação de superfície. Seguidamente, apresentamos alguns dos métodos mais habituais para suportes de aço carbono com ou sem revestimento, aço galvanizado, alumínio e ligas leves, nomeadamente, decapagem com jato abrasivo seco, limpeza com ferramentas mecânicas ou manuais, decapagem com jato de água a muito alta pressão (hidrodecapagem), desengorduramento. O comportamento prático dos revestimentos por pintura é significativamente afetado pelo estado da superfície de aço antes de ser pintado. Os principais fatores conhecidos com influência neste aspecto são:

– Presença de ferrugem e de calamina

– Presença de contaminantes: sais, pó, óleos e gorduras

– Perfil da superfície.

Esta Norma, ISO 8501-1 identifica 4 níveis (designados como “graus de oxidação”), que se encontram normalmente nas superfícies de aço não revestido e nas superfícies de aço armazenadas. (Figura no fim do texto)

A: Superfície de aço revestido por calamina aderente e praticamente sem corrosão

B: Superfície de aço com oxidação residual e onde a calamina começa a desprender-se.

C: Superfície de aço cuja calamina desapareceu pela ação da oxidação ou que pode eliminar-se raspando, mas com leves picadas visíveis.

D: Superfície de aço cuja calamina desapareceu por ação da oxidação e em que se vê numerosas picadas.

A norma ISO 8501-1 identifica também certos graus de limpeza visual (designados como graus de preparação) após a preparação da superfície de aço não revestido e das superfícies de aço depois de eliminar totalmente qualquer revestimento anterior. São designados três graus de preparação de acordo com o método de limpeza utilizado: “Sa“, “St“ ou “Fl”. (Figura no fim do texto)

 

Limpeza por Jato Abrasivo

Sa 1 Limpeza por jato abrasivo ligeiro

Sa 2 Limpeza por jato abrasivo intenso

Sa 2 ½ Limpeza por jato abrasivo a fundo

Sa 3 Limpeza por jato até que o aço fique visivelmente limpo (“metal branco”)

 

Limpeza Manual e Mecânica

St 2 Limpeza manual e mecânica intensa

St 3 Limpeza manual e mecânica a fundo

 

Limpeza por Chama, Fl

Praticamente não se utiliza.

By – João Serra / JCMS

IN http://www.cinprotective.cin.pt/portal/attachs.pdf?CONTENTITEMOID=6B828080800980GC&CLASSTOKEN=scpdescricaocategoria&ATTRIBUTEID=ficheiro
Norma - EN ISO 8501

Privacy Preference Center

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?